Seca deve permanecer pelo menos por três meses

Segundo a Tribuna do Norte, o período de novembro, dezembro e janeiro, que compreende a chamada pré-estação chuvosa, deve ser de poucas precipitações para o Rio Grande do Norte e o Nordeste como um todo. A previsão em consenso, feita pelo Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC), Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) e Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), aponta que nesses três meses, há pelo menos 40% de chance de ficar abaixo do normal. Já os meteorologistas potiguares, apesar de confirmarem a tendência, preferem esperar até dezembro para darem mais certeza sobre o comportamento climático nordestino.
A prova da instabilidade é que na semana passada, o interior potiguar foi atingido por fortes precipitações, chovendo até granizo no Seridó, mas não foram suficientes para abastecer os reservatórios, que ainda estão sob riscos de colapso. Esse comportamento instável do clima faz com que os estudiosos locais mantenham a cautela, apesar de indicar que 2014 pode ser um ano bom para o sertão.
reservatorios semarh

Nenhum comentário:

| Copyright © 2013 Blog do Teté Pendências/RN