Garibaldi: “Na conversa com o PMDB, Wilma não falou em candidatura dela ao governo”

garibaldi faustino
O ministro da Previdência, Garibaldi Filho (PMDB), voltou a falar com O Jornal de Hojena manhã desta quarta-feira. O ex-governador foi abordado sobre a possibilidade de a vice-prefeita de Natal e presidente do PSB, Wilma de Faria, provável aliada do PMDB e suposta candidata da aliança ao Senado, desistir desta postulação para se candidatar ao governo. “Na conversa que nós tivemos com ela, ela não falou nada disso”, disse o ministro, fazendo menção ao suposto acordo do PMDB com a ex-governadora.
Tal acordo preveria um palanque estadual liderado pelo PMDB, com candidato a governador, e o PSB, com Wilma para o Senado. Entretanto, informações dão conta de que Wilma só aceitaria disputar o Senado se o candidato do PMDB for o atual presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, ou, então, o próprio ministro da Previdência. Diante da possibilidade – real – de o PT não fazer parte desta chapa – os petistas negociam com o PSD do vice-governador Robinson Faria a formação de um palanque oposto – Henrique poderá desistir de disputar o governo e o PMDB lançaria o ex-senador Fernando Bezerra, conhecido por conta dessa situação como “candidato laranja”. No entanto, afastado da política desde 2006, Bezerra não reuniria condições de competitividade, o que seria uma ameaça à eleição, tida como provável, de Wilma ao Senado.

Nenhum comentário:

| Copyright © 2013 Blog do Teté Pendências/RN