Após goleada, portugueses se calam e alemães mantêm foco


Foto: Getty Images
O contraste entre os jogadores alemães e portugueses após o jogo desta segunda-feira (16.06), na Arena Fonte Nova, em Salvador, mostrou bem o que foi a partida. Quem não assistiu aos 4 x 0 aplicados pela Alemanha no gramado poderia adivinhar o resultado só de ver os atletas passando pela zona mista do estádio.
De cara fechada, a seleção de Portugal passou direto pelos jornalistas. O astro Cristiano Ronaldo e o zagueiro Pepe, expulso ainda no primeiro tempo, não pararam para falar nem mesmo com a imprensa portuguesa. O zagueiro Bruno Alves foi um dos únicos a tentar explicar o resultado adverso, e reclamou muito da arbitragem.
“Acho que não foi nada”, disse, em relação ao lance em que Pepe foi expulso após se desentender com o atacante Müller. “Ele se levantou e continuou jogando. É difícil para nós da defesa jogar dessa maneira. Qualquer coisa é falta”, reclamou. Mas Bruno também reconheceu que os portugueses não tiveram um dia feliz. “Não foi por causa do árbitro que perdemos o jogo. Temos que ser críticos com nós mesmos, aceitar o resultado e trabalhar melhor para o próximo jogo.”
Enquanto a seleção de Portugal passava rapidamente pela área de entrevistas, os alemães não tiveram tanta pressa. Falaram principalmente com a imprensa alemã, mas também conversaram um pouco em inglês. O meia Podolski comentou sobre o efeito que a goleada tem em relação ao aumento do favoritismo dos alemães na Copa.
“Foi um bom jogo, fizemos quatro gols em uma grande equipe e estamos felizes, mas foi só a primeira partida. Sabemos que somos um dos favoritos, mas ainda falta um longo caminho a percorrer”, afirmou o jogador.

Nenhum comentário:

| Copyright © 2013 Blog do Teté Pendências/RN